11 de julho de 2011

Filmes do Fim de Semana.

Este fim de semana foi marcado por super estréias [em dvd's] e eu fui correndo até a locadora pra garantir alguns sucessinhos, como Cisne Negro , Rio e Esposa de Mentirinha [siiim já em dvd =)]

Então vamos aos coments dos filmes:

Rio: O filme que eu perdi nos cinemas [o GNC estava em reforma] tem um roteiro super legal e animado, bem "estilinho Era do Gelo", também pudera são dos mesmos criadores. Enfim gostei, muito legal, tem toda uma comédia envolvendo o filme e uma moral.
Infelizmente mais uma vez o Brasil tem como cenários suas favelas e mulheres de bunda de fora... ah! e as praias já ia me esquecendo delas! Mas o que pegou pesado mesmo foi as pessoas sendo assaltadas por micos... sim! macaquinhos pequenininhos e maldosos!!! 
Me lembrei da pôlemica do filme o turista. Eita nós, estamos tão mal assim na fita ?!
Bom tirando isso... gostei bastante mesmo e um dos pontos que me agradou foi o fato de haver alguns personagens que "saiam do armário" gays na linguagem normal. Acho que tá mais do que na hora das pessoas se acostumarem com a opção sexual de cada um e pararem com tal preconceito e homofobia.

Esposa de Mentirinha: Já disse uma vez aqui no blog que podemos ver quando um filme é bom pelo seu elenco, e neste filme vimos o quanto isto é verdade, a maravilhosa e incrível Jennifer Aniston e nosso querido e fofinho Adam Sandler estão impecáveis na comédia romântica, este é o filme que todas nós mulheres sempre gostamos de ver Jennifer fazer e o Adam também claro, afinal os dois são ótimos em fazer a gente rir horrores! Como diz o pôster do filme... "As vezes você precisa da garota para conseguir A garota"

E por último e não menos importante...

Cisne Negro: O filme não faz parte dos gêneros que gosto de assistir, mas com tanto falatório ao redor da incrível atuação de Natalie Portman não pude deixar de alugar, mas confesso que na metade do filme já queria desligar e ir pra cama.
O filme é bom e tem uma óptima concepção, porém toda aquela crise da Nina [personagem de Natalie P.], de passar por coisas que na verdade não existiam, aquela maluquice dela em busca "da perfeição" me deixou exausta e chegava um ponto que não sabíamos o que era real e o que era imaginação da cabeça dela, essas "imaginações" funcionaram bem no inicio do filme mas depois acabou firam uma repetição do filme chegando a confundir. Incrível como Natalie estava magra e incrível como o filme retratou os problemas dela como quando ela se automutilava com arranhões, e seus pés terrivelmente machucados por conta dos ensaios no qual Nina não se cansava de alcançar a perfeição. E sua luta constante contra as concorrentes e sua afeição por um professor [e diretor] da companhia de balé no qual agia como um canalha com todas as alunas!
É um filme muito intenso e muito bom, merecidíssimo o Óscar de melhor atriz conquistado por Natalie P. ao interpretar de forma brilhante uma personagem que precisava ter dois lados [e tinha!].

Bom gente é isso ai!

Beijos
thatha
Postar um comentário