14 de agosto de 2011

Casamento

Este fim de semana tive a oportunidade de assistir a dois filmes que apesar de terem contextos e roteiros bem diferentes tratavam de um assunto em comum: O Casamento.
Sim, para os homens a forca e para as mulheres [não todas, mas a grande maioria], o início de uma nova fase em suas vidas, de amor e cumplicidade com o companheiro.
Bem, mas voltando aos filmes, os títulos eram Sex and the City 2 e O Casamento do meu Melhor Amigo, bom vou fazer uma sinopse rápida de cada um:
Sex and the City 2 nos trás o quarteto mais fashion da história do cinema, mulheres maduras apaixonadas por moda, luxo e homens...cada uma com suas particularidades. No segundo filme temos a vida de casada de Carrie contada a detalhes, com todas as suas noites de comida comprada, televisão e sofá ao lado de seu marido. Temos também Samantha a mais "quente" por assim dizer, do quarteto entrando na fase mais vulnerável da mulher, a menopausa. Miranda após perdoar a traição do marido volta a ter uma vida a dois saudável, já Charlotte se encontra as avessas com suas duas filhas e uma babá no qual imagina estar tendo um caso com seu marido. O filme segue na linha das grandes grifes e mostra os sonhos de consumo das mulheres, assim como o primeiro, porém....dentre tantas mudanças as personagens não sabem como lidar mais com seus casamentos e como construir regras para o mesmo, principalmente Charlotte que se vê ameaçada pela tal babá e Carrie que não sabe lidar com sua vida de casada, onde antes ela comprava bolsas e roupas da LV agora, economiza para os móveis de seu novo apartamento.
É estranho quando se está tanto tempo vivendo de uma maneira e de repente você se vê perdido em uma nova situação em uma nova vida, para Carrie a vida de casado não é como ela imaginava, sua vida se tornou uma rotina, Samantha não aceita sua nova fase de vida e tentar regular seu corpo para que não aparente os anos passados, Charlotte não consegue passar um dia sem a babá para cuidar de suas filhas, porém ao mesmo tempo receia uma traição entre ela e seu marido. Enquanto Miranda apesar de estar bem com sua família acaba deixando o trabalho a consumir...entre tantos problemas e dúvidas as quatro melhores amigas contam com a ajuda umas das outras para superar seus medos e problemas...e no final Carrie descobre que a receita de um casamento feliz é fazer com que ele não se torne rotineiro, e quando necessário tirar um tempo para si mesma como uns dois dias de "férias" do marido, é fato comprovado a distância é necessária as vezes e ajuda no bom desenvolvimento de uma relação!
Já o segundo filme que vi O Casamento do Meu Melhor amigo conta a história de Julianne uma mulher admirável porém que não gosta muito de demonstrações de afeto em público, Juli tem um melhor amigo no qual sempre foi apaixonada mas não admitia por arrogância, até o dia em que ele anuncia seu casamento com outra mulher e Julianne faz de tudo para destruir a união, no fim ela se declara ao amado mas ele já não a ama mais como antes, e Juli fica sozinha...bom não tãoo sozinha assim...ela tem ao menos a companhia de seu novo melhor amigo George que é gay, este filme me chamou muito a atenção pois normalmente os filmes de romance estrelados por Julia Roberts [como este], tem finais felizes..ao contrário deste onde ela sai perdendo como cita no filme.
Agora a relação entre os dois filmes...bem o primeiro nos mostra as dificuldades encontradas num casamento mas que apesar de todos os problemas o segredo é não nos deixar cair na rotina de uma relação. Já o segundo nos mostra que quando não agarramos uma oportunidade seja por medo, insegurança ou qualquer outro motivo, corremos o sério risco de nunca mais termos a chance novamente, exatamente o que acontece com Julianne.

Bom..estou refletindo ainda sobre os dois filmes, mas podemos concluir de maneiras distintas o que cada um quer nos mostrar...

Bem..para quem não viu nenhum dos dois...assistameu indico!

beijos
thatha
Postar um comentário